Essa tal de tecnologia…

Por Elizabeth Fantauzzi

Aqui na Escola Viva, temos trabalhado com alguns pressupostos que servem de base para nosso planejamento pedagógico dentro da Escola: tecnologia vista como mais uma linguagem dentre as já existentes, tecnologia como conhecimento multidisciplinar e presente na implementação de espaços pedagógicos contextualizados, a competência pedagógica da equipe e sua fluência digital, assim como inovações tecnológicas, no que se refere à estrutura física e aos equipamentos.

Para estes pressupostos, estabelecemos alguns eixos norteadores para nos auxiliar no desenvolvimento das atividades com as TDIC (Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação) dentro da Escola, na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio:

· Letramento digital: (multiletramentos) além dos outros letramentos nas diversas linguagens, como a Arte, a Música, o Corpo, a Leitura e Escrita, as diferentes Linguagens digitais são oferecidas a partir de uma reflexão sobre os impactos, consequências e potencialidades de determinadas tecnologias para a sociedade;

· Cidadania digital:  uso responsável de tecnologia no que se refere ao comportamento nas redes de qualquer porte;

· Protagonismo e autonomia do aluno: a tecnologia proporcionando o aluno como sujeito central do processo pedagógico; 

· Educação na diferença: utilização da tecnologia como ferramenta que permite a equidade de processos e relações;

· Ambientes colaborativos: atividades que incentivem a colaboração, aprendizagem por pares e o alcance de objetivos em comum;

· Metodologias ativas: experiências concretas que tornem os alunos consumidores críticos de tecnologia, bem como autores e produtores de conteúdos digitais e, por fim,

· Formação continuada dos educadores: atualização constante da equipe docente e coordenação, no que se refere às TDIC.

Dentro da Escola Viva, nossa rede – wifi e cabeada – utiliza um firewall inteligente, que restringe a navegação a sites de conteúdo duvidoso ou com temáticas que fujam do objetivo das pesquisas e das atividades pedagógicas em sala de aula. Porém o mais importante do trabalho na área de tecnologia educacional é a orientação aos alunos na autorregulação pessoal e busca da autonomia, por meio de atividades práticas, combinados, debates e exercícios que proporcionem uma reflexão consistente para a construção de conceitos sólidos e éticos em cidadania digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça mais de perto

Agende uma visita

error: Conteúdo protegido.